Pesquisadoras da UFF em projeto apoiado pela FEC lançam livro infanto-juvenil durante Semana Nacional de Museus

Pesquisadoras da UFF em projeto apoiado pela FEC lançam livro infanto-juvenil sobre a Pré-História de Niterói

No último sábado, 21, enquanto a Semana Nacional de Museus era celebrada no Museu de Arqueologia de Itaipu (MAI), as pesquisadoras da Universidade Federal Fluminense Daniela Leles e as egressas Fernanda Guimarães e Elisa Pucu lançaram o livro infanto-juvenil “Uma aventura na terra dos sambaquieiros: Os primeiros habitantes de Niterói”. 

O livro de ficção é baseado em achados arqueológicos e contém cenários reais da Região Oceânica de Niterói, trazendo questões importantes segundo os moradores. Além de abordar a importância da preservação ambiental, a questão história e pré-histórica se fazem necessárias neste projeto, apoiado pelo Programa de Desenvolvimento de Projetos Aplicados (PDPA), parceria entre a UFF e a Prefeitura Municipal de Niterói com apoio da FEC. 

“Conta um pouco do fazer ciência”, pontuou a autora Daniela Leles. “Compreender como foi a vida no passado e o que isso pode significar para o presente e para o futuro. O livro resgata algo que muitas pessoas de Niterói desconhecem, ela já era habitada a quase 7 mil anos atrás pelo povo sambaquieiro e outros povos que o sucederam. Que esse povo antigo vivia em harmonia com a Natureza e que é o que a população da Região Oceânica anseia nos dias atuais”, discorreu sobre o livro.

A obra foi revisada pela arqueóloga Michelle Tizuka e conta com o prefácio da especialista em sambaquis, a pesquisadora MaDu Gaspar. O título está disponível gratuitamente no Repositório Institucional da UFF (RiUFF). Ao final de sua produção, as unidades serão doadas às bibliotecas do município. 

Sinopse de Uma aventura na terra dos sambaquieiros: Os primeiros habitantes de Niterói: Analu é uma menina moradora de Itaipu, bairro localizado na região oceânica da cidade de Niterói, no Estado do Rio de Janeiro. Ela ama ler e costuma passar horas na biblioteca Engenho do Mato, carinhosamente chamada por todos de BEM, outro dos seus locais prediletos é o Museu de Arqueologia de Itaipu, o MAI, que guarda verdadeiros tesouros sobre a história e pré-história de Niterói. No seu aniversário de 10 anos ela ganhará um colar de sua mãe, uma herança que está na família há anos! O que ela não sabia é que esse colar a levaria para uma viagem no tempo, há milhares de anos atrás, para viver uma grande aventura nas “Terras” dos primeiros habitantes de Niterói. Analu, descobrirá os perigos daqueles tempos, mas também como era divertida a vida no passado, do que brincavam, que esportes praticavam, o que eles comiam, e sobretudo ela aprenderá com eles o valor que devemos dar a Natureza, afinal ela nos dá tudo que precisamos para sobreviver, e temos que retribuir com profundo respeito. De volta ao seu tempo ela encontrará vários cientistas que são capazes de desvendar como era a vida no passado!